Patch de segurança do Linux Shellshock

Nenhum comentário:
Recentemente foi descoberta uma falha grave de segurança, que afeta Linux e Mac OS chamada de "Shellshock", então vamos corrigir esse bug
Patch de segurança do Linux Shellshock


1 Primeiro teste seu sistema
Para testar o sistema, basta abrir o terminal e digitar!
env x='() { :;}; echo Bash é vulnerável' bash -c "echo Bash teste!"
Se você receber a mensagem “Bash é vulnerável” "Bash teste " siga para a etapa 2
Se você receber a mensagem fique tranquilo que o bash está atualizado;
bash: aviso: x: ignoring function definition attempt
bash: erro ao importar a definição da função para `x'
Bash teste!

2 Atualizando o sistema
Ubuntu / Debian:
sudo apt-get update && sudo apt-get install --only-upgrade bash
Centos:
sudo apt-get update && sudo apt-get install --only-upgrade bash
Essa é um problema de segurança muito grave, por isso certifique-se de manter o seu sistema sempre atualizado!

Fonte: http://www.linuxnews.pro/patch-bash-shell-shock-centos-ubuntu/
Leia mais...

Como transformar texto em voz - PHP

Nenhum comentário:
Como transformar texto em voz - PHP
Para converter o texto em voz e baixar em mp3, vamos usar a classe em php PHP_Text2Speech.class.php junto com Google Text to Speech, o processo é bem simples.

 
Index.php
<?php 

include 'PHP_Text2Speech.class.php'; 

    $t2s = new PHP_Text2Speech; 
?>
    <audio controls="controls" autoplay="autoplay"> 
       <source src="<?php echo $t2s->speak("SCROLLUX");?>" type="audio/mp3" />    
    </audio>
Fazer o download do mp3 direto do Google
if (!file_exists($this->mp3File)) { 
            $this->download("http://translate.google.com/translate_tts?ie=UTF-8&q={$this->text}&tl={$this->lang}&total={$this->wordCount}&idx=0&textlen={$this->textLen}", $this->mp3File); 
        }
Leia mais...

Meta Tags Sociais do Twitter, Facebook, Google +

2 comentários:
Meta tags
Você já deve ter ouvido falar das Meta Tags Sociais??

As metatags são uma ótima maneira para os webmasters fornecerem informações sobre seus sites a mecanismos de busca. As metatags são usadas para passar informações a programas externo ou ações mais simples, cada sistema processa somente as metatags que entendem, ignorando as demais. As metatags são adicionadas à seção<(entre as tags <head> e </head>) de sua página HTML, e geralmente têm esta aparência:

 
 <!DOCTYPE html>

<html>

 <head>

<meta name="description" content="Tutorias">

 <meta name="keywords" content="HTML,CSS,XML,JavaScript">

 <meta name="author" content="Jano Sousa">


<meta charset="UTF-8">

 </head> 

As metatags eram importantes antigamente para os mecanismos de busca, infelizmente os mecanismos de busca pararam de olhar para estes valores.

Com a chegada das redes sociais, se tornou novamente importante defini-las para alcançar cada vez mais pessoas.

 Vamos ao que interessar!


Google Plus
 
<meta itemprop="name" content="Nome do site ou Blog"/>

<meta itemprop="description" content="Descrição do site/blog"/>

<meta itemprop="image" content="https://endereço-da-sua-imagem.com/image250X250.png"/> 

Google Plus Meta Tag

Ferramenta de teste de dados estruturados
http://www.google.com/webmasters/tools/richsnippets

Twitter 

 
<meta name="twitter:card" content="summary"/>  <!-- Card type -->
<meta name="twitter:site" content="scrollux"/>
<meta name="twitter:title" content="Titulo">
<meta name="twitter:description" content="Descrição"/>
<meta name="twitter:creator" content="scrollux"/>
<meta name="twitter:image:src" content="https://endereço-da-sua-imagem.com/image250X250.png"/>
<meta name="twitter:domain" content="seu-site.com"/>
Twitter Card
Verificação
https://dev.twitter.com/docs/cards/validation/validator
Verificação

Detalhes do proprietário
Detalhes do proprietário

Validação aprovado

Validação aprovado

Facebook 

 
<meta property="og:type" content="profile"/>
 <meta property="profile:first_name" content="Nome "/>
 <meta property="profile:last_name" content="Sobrenome"/>
<meta property="profile:username" content=""/>
<meta property="og:title" content="Nome do site/blog"/>
 <meta property="og:description" content="Descrição do site"/>
<meta property="og:image" content="https://endereço-da-sua-imagem.com/image250X250.png"/>
<meta property="og:url" content="http://www.seu-site.com"/>
<meta property="og:site_name" content="Nome do site/blog"/>
<meta property="og:see_also" content="http://www.seu-site.com"/>
<meta property="fb:admins" content="Facebook numeric ID"/>
Facebook debugger tool
https://developers.facebook.com/tools/debug
Espero que gostem!
Leia mais...

Como fazer um site utilizando BaseKit

Nenhum comentário:
Este é um "guest post" escrito por BaseKit, o BaseKit já se encontra em diversos países, e agora está entrando no mercado brasileiro.

Quem já utiliza a internet há algum tempo, deve saber como tudo era mais complexo antigamente. Em comparação com as velocidades de hoje, as conexões de internet antes eram muito ruins, assistir vídeos era inimaginável, os buscadores não eram tão eficientes, e existiam poucas ferramentas para se comunicar e interagir com os seus amigos.

Da mesma maneira, fazer um site era uma ação praticamente impossível para a grande maioria dos usuários brasileiros. Para ter um site era preciso investir muito dinheiro ou saber programar um website, e mesmo assim, era necessário pagar um valor mensal de hospedagem.

Nos dias de hoje, os vídeos representam um dos conteúdos mais consumidos pelos brasileiros, a maioria dos usuários utiliza um serviço de internet de banda larga, é quase impossível não encontrar as informações desejadas no buscador, e as possibilidades de interação entre pessoas são infinitas.


Acompanhando essa evolução, os procedimentos para a criação de sites se desenvolveram muito. Desde 2008 qualquer um pode criar um website em minutos. O construtor não requer conhecimentos técnicos deem programação, para utiliza-lo basta se cadastrar e escolher um entre os diversos modelos de site disponíveis, adicionar todo o conteúdo desejado, e criar o seu site com facilidade.

construtor

O construtor BaseKit oferece do caminhos para a criação de sites. Se o usuário for mais experiente, ele pode começar com uma página em branco e montar o seu próprio layout. Se ele for iniciante, pode optar por um caminho mais fácil e rápido, que torna possível fazer sites com aparência profissional, através da escolha de um dos diversos temas disponibilizados pela BaseKit.


Cada um desses temas pode ser modificado, já que toso os seus elementos são customizáveis. Tabelas, planos de fundo, colunas, textos, posição de imagens, número de páginas e tudo que compõe o site podem ser alterados com poucos cliques.
editor


No editor BaseKit, todas as ferramentas funcionam da mesma maneira e estão reunidas em um menu lateral. Através do widget drag and drop, basta clicar em qualquer elemento e arrastar até o local desejado. Adicione formulários de e-mail, integre o seu site com Facebook, Twitter, Flickr, e insira campos de vídeo, Google Maps, galerias de imagens animadas, além de inúmeras outras funções úteis a todos os usuários.


Essas e outras diversas funções fornecidas pela BaseKit, tornam a vida de qualquer usuário mais fácil. Os sites podem ser criados em minutos, e etapas que nos métodos tradicionais são complicadas e ocupam muito tempo são facilmente resolvidas. Quem usa BaseKit obtém resultados impressionantes, criando sites de qualidade profissional com eficiência, rapidez e muita liberdade.


Agradeço a BaseKit pelo interesse e disponibilidade para escrever este “guest post”.
Leia mais...

Screenshot do CMS APOPHIS

Nenhum comentário:
Hoje estou publicando alguns screenshot do Apophis, o Apophis é baseado no OpenCart que é uma ótima plataforma  para E-commerce Open Source!
Vamos aos screenshot:

 Instalação – Licença
Licença

Instalação – Pré-Instalação
Pré-Instalação

Instalação – Configuração
Configuração

Administração – Login
Login

Administração – Módulo
Módulo

Versão móvel
Versão Móvel

Infelizmente ainda não tenho data de lançamento do Apophis!

 Agradecimentos:
- Deus;
- Amigos;
- Manoel Vidal OpenCart Brasil
Leia mais...

Crie seu próprio servidor Proxy para acessar sites bloqueados.

Nenhum comentário:
Com o PHProxy você poderá construir seu próprio servidor Proxy, conseguindo assim acessar os sites bloqueados! PHProxy, como o próprio nome já diz é feito em PHP. Ele permite que você acesse sites que não são acessíveis diretamente. Este projeto pesa apenas 24.7kb e não requer configurações adicionais. Basta descompactar e enviar para o seu servidor, após o upload, acesse o endereço onde fez o upload, você verá uma página semelhante a essa.
Antes de baixar você pode fazer o teste, para isso acesse
 http://sincromaster.com/proxy/
Download: PHProxy
Leia mais...